Ensino Médio será em Período Integral



Medida Provisória deve alterar o Ensino Médio no Brasil.

Ao que tudo indica, 2016 é o ano das reformas. Já foram anunciados projetos de reformas trabalhistas, previdenciária e agora , talvez a mais desafiante, a reforma da educação. As mudanças previstas exclusivamente para a grade curricular do ensino médio devem ser apresentadas por meio de uma Medida Provisória ao presidente Temer, nesta quinta (22).

A reformulação do ensino médio brasileiro surge como uma necessidade antiga, pois já existe um projeto de lei, em tramitação desde 2013, sobre o tema. Diante da demora e da gravidade do problema, a MP se mostra uma saída mais rápida e direta.

A proposta foi pensada considerando as altas taxas de evasão de alunos com idade entre 15 e 17 anos, que corresponde a 1,7 milhão de estudantes. Diante desse número, observou-se a necessidade de reformular o ensino médio, de modo que ele seja atraente e dinâmico para esses adolescentes, mantendo-os na escola.

Dentre as mudanças previstas está o sistema de módulos, em que o aluno recebe certificados parciais, com a possibilidade de trancar a matrícula e receber o certificado de conclusão equivalente ao que já foi estudado, e a retomada do ponto em que foi trancada a matrícula. Além disso, a educação profissionalizante será complementar e simultânea a grade obrigatória.

Uma vez que se pretende ofertar ensino técnico/ profissionalizante, língua estrangeira e outros módulos de capacitação junto aos conteúdos obrigatórios, a medida provisória prevê a ampliação da jornada escolar. Ou seja, os alunos passarão a estudar em tempo integral ( já existem programas desse tipo que deram certo).





Com os alunos dentro da escola em turno integral, cursando disciplinas de seu interesse, seus conhecimentos serão ampliados e poderão auxiliá-los no ingresso no ensino superior. Além disso, ao estudar conteúdos com os quais tenham mais afinidade, os rendimentos serão elevados, atingindo a meta de 4,3 prevista pelo Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que atualmente está muito abaixo.

A ideia principal presente na educação integral é promover melhores condições para a oferta de um aprendizado de qualidade, que leve a uma verdadeira integração social, oferecendo oportunidades para os jovens brasileiros, ao mesmo tempo que os afasta de atividades que os marginalizem, sem poder competir no mercado de trabalho.

A reformulação do ensino médio está prevista para 2017.

Sirlene Montes



Compartilhe esta notícia