Groupnet tem vagas de estágio abertas no Rio de Janeiro



Empresa abre oportunidades para estudantes cursando graduação em Tecnologia da Informação.

O Groupnet, empresa que atua na área de TI e especializada em projetos customizados para diversos segmentos, está com vagas de estágio disponíveis para estudantes cursando graduação em Tecnologia da Informação. As vagas são para o Rio de Janeiro (RJ).

O Estagiário em Suporte de TI  terá entre as suas responsabilidades acompanhar as filas de atendimento, comunicar os analistas, gestores e clientes. O estagiário terá aprendizado de instruções operativas, ambiente corporativo e de operação de suporte.

Para exercer algumas funções, o Estagiário em Suporte de TI precisa ter conhecimentos específicos que serão exigidos no dia a dia de trabalho. É necessário que se tenha no mínimo seis meses de experiências em funções anteriores, bem como ter inglês em nível intermediário.

O Groupnet destaca que não há limitação de idade para atuar na função. Há preferência para estagiários do sexo masculino, mas não há limitação ao gênero e as mulheres também podem participar do processo seletivo.

A remuneração oferecida pelo Groupnet para o cargo de Estágio em Suporte de TI será um salário no valor de R$ 850,00, além de vale-transporte modal (Bilhete Único), acrescido de vale-refeição no valor de R$ 20,50 por dia e seguro de vida individual anual.





A carga horária de estágio é das 7h às 14h, de 2ª a 6ª feira, sendo uma hora de almoço.

A empresa destaca que apenas alunos regularmente matriculados na faculdade e que esteja frequentando as aulas poderão se candidatar. É preciso estar cursando do 2º ao 6º período da faculdade.

O Groupnet está localizado na Rua México, número 31, na sala 1002, no Centro / Castelo da capital carioca, próximo à estação de metrô Cinelândia.

Quem tiver interesse em participar do processo de seleção do Groupnet na vaga de Estágio em Suporte de TI deve enviar o CV atualizado o quanto antes, informando a vaga de interesse, para o e-mail adm@groupnet.com.br.

Por Julio Abreu



Compartilhe esta notícia