Vagas de estágio abertas no MPE-PE



Mais uma oportunidade para estudantes do estado de Pernambuco, que tem interesse em entrar no mercado de trabalho na condição de estagiário. O Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPE-PE) lançou os editais n° 02 e 03/2014 para realização de processo seletivo, que irá prover 71 vagas de estágio, além de formação de cadastros de reserva. Os candidatos terão direito a bolsa-auxílio compatível com os valores praticados no mercado e demais benefícios previstos em lei.

O edital n° 02/2014 oferece 50 vagas, para atuar na capital e região Metropolitana (8ª, 9ª e 13ª Circunscrições). Já no edital n° 03/2014, disponibiliza 21 oportunidades que visam atender as sedes da 1ª a 14ª Circunscrição Ministerial, exceto a 8ª, 9ª e 13ª. Vale ressaltar que 10% das vagas são destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com as limitações do candidato, se aprovado.

Os editais ainda estabelecem que os estudantes irão atuar nos períodos da manhã e/ou tarde, em período inverso ao que estão matriculados, não podendo coincidir os horários. Além disso, só podem participar aqueles estudantes devidamente matriculados e frequentes no ensino médio em instituições conveniadas ao MP.

Os interessados podem se inscrever pela internet, preenchendo o formulário disponível no endereço eletrônico www.mppe.mp.br, até às 22h do dia 12 de janeiro de 2015. Não será cobrada taxa de participação dos estudantes interessados.





Serão aplicadas provas objetivas para todos os candidatos, sendo esta a única etapa da seleção. Ela será aplicada na cidade de Recife, nos dias 25 de janeiro de 2015, 1º e 8 de fevereiro de 2015 e 15 e 22 de março de 2015, conforme o cronograma. Os candidatos serão informados por meio de edital de convocação a ser disponibilizado no site das inscrições.

Os selecionados deverão entregar a documentação comprobatória até 9 de março de 2015 no caso do edital 02/2014 e até 24 de abril de 2015 para o 03/2014.

Por Robson Quirino de Moraes



Compartilhe esta notícia